terça-feira, 6 de outubro de 2009

Dificuldade


Às vezes, olha-se pro lado e só se vê concreto.
E entre as ruas, as pessoas querem ser sempre mais espertas.
Difícil ser diferente!

As notícias dos jornais são sempre as mesmas.
Mudam-se apenas os personagens.
Difícil reverter a situação!

O amor está cada vez mais banal e interesseiro.
E seus protagonistas persistem em se cegar e preferem viver na mentira.
Difícil amar de verdade!

Apesar de toda a dificuldade eu insisto em fazer parte da exceção. E na certeza de que não estou só.
Sei que existem raridades por aí.

3 comentários:

O Profeta disse...

Corre assombração
Vai para outro mundo numa toada de vento
Afasta de mim este cálice
Deixa-me aprisionar a morte na vida por um momento

Deixa-me sentir com a alegria dos sentidos
Deixa-me acreditar no voo do por-do-sol
Deixa-me beijar as águas de um lago feliz
Deixa-me navegar sem rumo, perder o control


Bom domingo


Mágico beijo

disse...

Acredite, no meio de tantas dificuldades, você faz toda a diferença!

Um beijo.

Denise disse...

escrevi ha bastante tempo sobre isso em uma postagem intitulada "Rasos"
Ao me deparar com tanta mediocridade,lamento o quão "rasas" são algumas pessoas...
Raso pra mim é a inconstância.
É não estar com alguém para estar com todos e ser de todos um pouco.
É definir quanto será esse pouco ou muito.
É controlar a situação do corpo, do coração
recebendo e dando só o que quer dar e o que querem receber
Raso
É se alimentar pela ração artificial de sucessivos envolvimento de algum modo amorosos
Efêmeros, rasos.
Às vezes simultâneos
múltiplos
em uma alimentação mecânica, que mantem a fome na dosagem exata.
Não se comer mais um pão, mas desfrutar da variada oferta de pequenas migalhas
Aos montes.
Viver no "raso" pra mim é não arder
Não espalhar fagulhas
não incendiar
Com o tempo o "raso" fará incapazes de acreditar numa relação cumplice e inteira.
As migalhas
Menores
Não aplacam mas aliviam
Não quero aliviar-me, a vida deve ter outro sentido que não esse.
Por isso tenho feito um repensar constante nos valores que tinha e tenho, e ainda mesmo que menos sonhadora e muito mais racional, as migalhas não me satisfazem.
E o "raso" não combina com alguém que HOJE ,quer a plenitude de SER inteiro.
E quer estar junto a INTEIROS
Denise


carinho